quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Paris - Dia 3: Um Passeio por Montmartre

Ah, o bairro de Amélie…
A região de Montmartre é uma das mais contrastantes de Paris: é bucólica e charmosa devido suas ruazinhas arborizadas, artistas de rua e cafés; e, é boêmia por seus bares, teatros, sex shops e cabarés.
Como fica no alto de uma colina, tem uma das vistas mais bonitas da cidade. 

Basílica Sacre Coeur: 


Saindo do metrô, fomos a pé em direção a Basílica.
O acesso pode ser feito por escadas (que contornam os jardins da basílica), funicular ou até mesmo pelas ruas de trás da igreja.
Escolhemos a primeira opção para podermos observar o local, curtir a paisagem e vermos a colina de Montmartre se aproximar a cada passo dado. 

A basílica está localizada no topo da colina de Montmartre e é um símbolo do bairro. Possui o formato de cruz grega e foi construída com mármore travertino, o que lhe proporciona a tonalidade branca. 
Atualmente, a basílica do Sagrado Coração é um dos monumentos mais visitados de Paris.

Por dentro, a Basílica é tão imponente quanto por fora. O altar tem um belo mosaico; no centro, uma abóbada decorada com estátuas de anjos. Além disso, a Igreja é iluminada pelas velas acendidas pelas pessoas que por lá passam. Infelizmente, é proibido fotografar o interior da Sacre Couer. 

Foto retirada antes de ler o aviso de proibido! Malzaê!
Além de surpreender pela beleza, a Basílica oferece um dos melhores pontos para uma visão panorâmica da cidade. 

Neste dia, ainda, estava acontecendo uma feirinha do lado de fora da igreja, com várias barracas de bugigangas, doces e, claro, queijos e vinhos. 

Informações:

- A Basílica Sacre Coeur fica na Rue du Chevalier de la Barre, 35.

- As estações de metrô mais próximas são Anvers e Abbesses. 

- O acesso a basílica é gratuito. Entretanto, para subir a cúpula e visitar a cripta, paga-se.

- Para portadores de necessidades especiais, existe um elevador na Rue du Chevalier de la Barre, 35. 

- Horários (diariamente): Basílica - 6h às 22:30h
                                      Cúpula - 9h às 19h (ou 18h no inverno).
               
Para outras informações acesse: http://www.sacre-coeur-montmartre.com

Depois de apreciarmos a vista e passar na feirinha, saímos pelos arredores para conhecer a vizinhança.
Cada rua mais bonita que outra, aliás, como toda Paris. Cada rua é uma novidade e um encantamento!

Acabamos na Place des Tertres, uma praça onde artistas locais vendem seu artesanato e arte, pintores fazem caricaturas e retratam a cidade e músicos  se apresentam ao ar livre.

Andando por ali, descobrimos a razão de Montmartre ser um dos mais charmosos bairros de Paris.

O bairro também ficou conhecido por ter sido casa de muitos artistas renomados, como Picasso e Dali. Além dos que circulavam pela região: Monet, Van Gogh, Renoir, Cézanne… 


E numa dessas ruazinhas:

Café des 2 Moulins:



Depois do filme "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain" em 2001, o estabelecimento passou a ser uma das estrelas do bairro!

Se dizem que o café vive lotado de turistas, eu tive sorte, porque o movimento estava bem sossegado no dia. 

As sobremesas são lindas e é um ótimo lugar para uma parada, seja para um café ou algo ~festivo~.

Escolhi um café com o ~meu primeiro~ crème brûle. *.* 

O ambiente é bacana e tranquilo. Além de ser cheio de fotos e referências ao filme. Infelizmente, não está preservado o mesmo cenário do longa, - como a tabacaria que não existe mais - mas, fãs de Amélie, não deixem de dar uma olhadinha no banheiro! 

Enfim, é válido se você curtir o filme, caso contrário, acredito que tenham lugares mais interessantes. 

Informações:

- Le Deux Moulins  fica na Rue Lepic, 15.

- A estação de metrô mais próxima é Blanche.

Continuando a caminhada e descendo as ladeiras do bairro, fomos a procura do Moulin Rouge. No caminho, cinemas pornôs, casas de striptease, sex shops

Moulin Rouge:


Também em Montmartre, um dos pontos turísticos mais cobiçados e caros de Paris: a famosa casa de espetáculos Moulin Rouge. O local, fundado em 1889, tinha como objetivo atrair a elite parisiense para o bairro. Ainda hoje, mantém o estilo da época em que foi criado.

Informações:

- O Moulin Rouge fica na Boulevard de Clichy, 82.

- A estação de metrô mais próxima é Blanche. 

Para outras informações acesse: http://www.moulinrouge.fr


Beijim, 

Kamila



Sereias na Rede: Bloglovin' - Twitter - Facebook - Instagram

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Resumão de Agosto

Para compensar o ~atraso~ do último mês, este vai na data! =D

Agosto foi mês de:

- dar um pulinho no Sul e ser presenteada com um janela ~de bom dia~:


- passar boa parte do tempo livre no estúdio, atrapalhando na montagem da bateria Frankstein:


- ficar em dúvida entre o pedal mais legal, coração ou fluffy:


- ganhar minha primeira palheta (!):


- e, de decepcionar esta #vaigordinha quando provei um Frulilly sem gosto de infância:



Para acompanhar ~ao vivo~ é só seguir no insta ou no twitter: @kmioliveira!!



Beijim, 

Kamila



Sereias na Rede: Bloglovin' - Twitter - Facebook - Instagram

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Ainda pode falar de Emmy?

*Imagens: Reprodução

O último tapete vermelho do ano… #mimimi

Taylor Schiling: Aproveitando que está fora da prisão, Taylor investiu no brilho! (Não resisti a uma piadinha infame com #OITNB.) A atriz usou um vestido nude que saiu da simplicidade com os bordados brilhosos. Ainda, os acessórios, o coque soltinho e a make fecharam o pacote com maestria. Serena e elegante!
(Vestido: Zuhair Murad)


Debra Messing: Debra escolheu um vestido evasê com recortes geométricos angulosos e modernos. O cabelão e a maquiagem estavam a cara da ryquezah! A clutch a gente releva, ok, Grace? Simples e chique!
(Vestido: Angel Sanchez)


Lena Headey: Lena também apostou no preto. O vestido é assimétrico, de um ombro só, com fenda modesta e o tecido, que lembra peças de alfaiataria, me deixou encantada! Acessórios e make discretos. Linda!
(Vestido: Rubin Singer)


Kaley Cuoco: Kaley, volta e meia, traz um vestido romântico para o tapete vermelho. Particularmente, caí de amores por esse: camadas e mais camadas de tule, aplicações e a combinação das cores vermelho e rosa, que a cada dia eu gosto mais. O novo corte de cabelo contrastou com o look. Princesa descontraída!
(Vestido: Monique Lhuillier)


Julia Roberts: Julia quebrou o protocolo e foi de vestido curto! =) Um modelo todo bordado com textura, saia estruturada e mangas longas. E ainda levou o sorriso e ~os pernões~ como acessórios,  ou seja, não teve pra ninguém. Arrasou!
(Vestido: Elie Saab)


Michelle Dockery: O vestido de Michelle foi uma surpresa: diferente, misturando cores e com um corte improvável. O resultado foi delicado e romântico. Pura elegância britânica!
(Vestido: Rosie Assoulin)


Allison Williams: Entre o conto de fadas e os anos 50, Allison trouxe um vestido com saia volumosa, cintura marcada, laço estilizado e o contraste entre o preto e o amarelo. O coque e a maquiagem delicada completaram o visual. Princesa moderna!
(Vestido: Giambattista Valli)


Quem são suas preferidas? Curtiram saber o nome dos estilistas ou é melhor deixar os vestidos no ~anonimato~?

Beijim, 

Kamila


Sereias na Rede: Bloglovin' - Twitter - Facebook - Instagram


quarta-feira, 27 de agosto de 2014

VMA 2014: Hot or Not?

*Imagens: Reprodução

Que saudades de um Red Carpet, não? *.*
Não acompanhei ~ao vivo~ mas, no geral, achei o saldo positivo.
Esse é um tapete alternativo em que a galera ousa, abusa e se diverte!

Jennifer Lopez: Abrimos com JLo que chegou brilhando. Literalmente! Causando na quantidade de recortes, o vestido metalizado era ousado e sexy, a cara da musa. Aliás, nada como dar um bom tapa ~na cara da sociedade~ e exibir este corpitcho do alto dos seus 45 aninhos, não é mesmo?


Miley Cyrus: Contrariando o look do ano passado e o povo que está dizendo que Miley estava vestida de fita isolante, adorei o look! Cheia de personalidade e minimalista, a cantora exibiu top e calça de cintura alta, ambos em couro. Simples e cool!


Victoria Justice: Victoria, não te conheço mas já te curti! Ela se destacou, no tapete, modernizando o clássico preto e branco: top simples para não ofuscar a saia mullet preta com textura (e quando eu imaginei que cairia de amores por uma saia mullet, hein?), sem falar da clutch, né? Quero as duas! Diferente, ousada e gatã!


Katy Perry: Zerou a vida! Está aí alguém que sabe se divertir. Eu explico: Katy entrou na brincadeira com Britney Spears e cumpriu o desafio de imitar o look de 2001 de B. Ela não só conseguiu, como ganhou várias estrelinhas! Zoeira sem limites! Gênia!


Vamos comparar?


Na opinião de vocês: Katy mitou ou mitou?


Beijim, 

Kamila



Sereias na Rede: Bloglovin' - Twitter - Facebook - Instagram


terça-feira, 19 de agosto de 2014

Resumão de Julho - Atrasado!

Atrasado mas valendoooo!

Julho foi mês de:

- tomar conhecimento do fim do ~orkut~ e receber dos espólios. A foto do Ti, porque eu já tinha cometido orkuticídio a muito, de quando nós éramos lindos, loiros e altos e de uma noite ~maravilhese~! Ui! Mummm…mia?! :


- acordar e ficar encantada com o Guardião das Garrafas:


- tirar minha #selfie preferida como cara-de-cata-vento e conhecer o Jardim Botânico:


- atacar de ~diretora de arte~ (que atrapalha mais que ajuda) e me divertir na zoeira:
Obrigada pelo dia, Vivi, Thiago, Flávio, Milena e Rosana!


- receber mimos dos roommies viajantes:
#vaigordinha

- e comemorar a nova idade em grande estilo! Parabéns para mim! \o/



Para acompanhar é só seguir no insta ou no twitter: @kmioliveira!!



Beijim, 

Kamila



Sereias na Rede: Bloglovin' - Twitter - Facebook - Instagram

sábado, 19 de julho de 2014

#vaigordinha Nordestina

Para começo de conversa: eu sou apaixonadíssima pela cozinha nordestina.
Foi amor à primeira vista! Literalmente. Tudo que eu provei, até hoje, teve índice zero de rejeição! #vaigordinha com força! =)


Estava mesmo procurando um restaurante legal com comida nordestina quando a sugestão veio de uma colega de trabalho: Mocotó.

Eu e os roommies marcamos um dia e fomos.
Para começar, colocamos em prática a dica amiga: Chegue cedo! Ou... Não vá com pressa! No final de semana, o restaurante abre ao meio dia. Programe-se para chegar, ao menos, meia hora antes. E chegar após 12h30 pode resultar em espera de 3 horas num dia movimentado.

Chegamos 10 minutinhos antes da abertura do restaurante e conseguimos entrar na primeira leva! weeeee

Começamos com torresmo e dadinhos:


A porção de torremos era crocante e sequinha. Uma delícia!
Já os dadinhos de tapioca, que são cubinhos de tapioca preparados com queijo coalho, dourados e servidos com molho de pimenta agridoce, tem sabor divino e uma textura deliciosa. Fantásticos!

A seguir:

(Desencanem da qualidade da foto… ou agradeçam! =P)
Carne de Sol Assada e Baião de Dois!
A carne de sol é preparada artesanalmente, assada na brasa e servida com manteiga-de-garrafa (meu amor eterno!), alho assado, pimenta biquinho e chips de mandioca. Apenas que: a carne derrete na boca! Eu não sou adepta de fazer mudanças no que é sugerido no cardápio. Pelo menos, não sem antes experimentar a sugestão do chef, porém, confesso que, pedi para trocar o chips de mandioca por mandioca cozida, porque mandioca cozida + manteiga de garrafa é vida.
O baião de dois mistura arroz com feijão nordestino, queijo coalho, linguiça, bacon e carne seca. Acompanha farofa e purê de abóbora (até provei o purê, porque insisto nas comidas que não curto muito, como a abóbora, mas não rolou. Apesar dos roommies terem adorado.)
Os ingredientes são super selecionados e os sabores não brigam entre si. Ao final da refeição, estávamos todos satisfeitos mas sem aquela sensação de estar pesado ou estufado.

E, para fechar com chave de ouro:


Musse de Chocolate com Cachaça, Pudim de Tapioca e Cartola de Engenho!
A musse é de chocolate meio-amargo com um toque de cachaça artesanal envelhecida em bálsamo. Achei o toque bem forte, viu? Não foi minha sobremesa preferida, mas os roommies, mais uma vez, aprovaram.
O pudim de tapioca leva leite de coco e leite condensado, sendo servido com calda de coco queimado. É leve e uma delícia!
Por fim, o verdadeiro motivo de eu procurar desesperadamente um restaurante com culinária nordestina: a cartola! O clássico pernambucano que combina banana com queijo manteiga, servido com farinha de açúcar e canela. Glorioso! Tão bom, tão bom, que não dá para descrever! Minha sobremesa favorita!

Pratos leves e saborosos, preço camarada e tratamento super simpático. Ainda, a brincadeira custou, em torno de, 40 dilmas cada.

No fim, enfrentar filas para provar delícias brasileiras num ligar onde come-se bem, vale muito a pena! Saímos de lá, já cogitando o dia em que voltaríamos. Na verdade, estou salivando só de escrever esse post… Se forem lá, me chamem!



Beijim,

Kamila


Local da Ogrice: Mocotó Restaurante e Cachaçaria - Avenida Nossa Senhora do Loreto, 1100 - Vila Medeiros - São Paulo/SP - (11) 2951-3056


Sereias na Rede: Bloglovin' - Twitter - Facebook - Instagram

domingo, 13 de julho de 2014

Hoje é dia do Rock, bebê!

E final da Copa também!!

Uma dúvida que acordou comigo: Se a Alemanha ganhar, teremos o famoso "É tetraaAAAA!" do Galvão? (Torcendo por isso!)

Depois do fim da #CopaDaZoeira, voltamos a programação normal (acredito eu!), apesar de estar amando RuPaul e viciadíssima em #Nerdcast! 

Voltando ao tema…

Hoje é Dia Mundial do Rock e dia 25/09 eles estarão aqui em Sampa!!! Muito amor, Josh Homme!!



Beijim, 

Kamila



Sereias na Rede: Bloglovin' - Twitter - Facebook - Instagram

domingo, 29 de junho de 2014

Resumão de Junho

E está tendo Copa! Melhor ainda: a Copa da Zoeira! Como não amar?
Concordo com as reivindicações contra a Copa em favor de melhorias para a população e tals, mas - não querendo entrar no mérito da questão - a verdade é que, em épocas como essa, adoro estar com ~insanidade temporária causada por esportes~!
Logo, em virtude dos jogos mais a obsessão que entrei para assistir "Twin Peaks" e agora "Ru Paul's Drag Race", o blog, - e minhas redes sociais, exceto o twitter - ficou um pouquinho abandonado… #mimimi

Mas, vamos ao que rolou no insta em Junho!

Junho foi mês de:

- conhecer "A Gruta" no lançamento do Monocelha: "Salame Farpado". Foi divers, rolou pit stop no Estadão e ainda encontrei a Camila! weeee


- aprender lições com Auggie em "Extraordinário" de R. J. Palacio (Valeu pelo empréstimo, Flávio!):


- Ir no Chá de Bebê do Davi e sair de lá com um carregamento de bem-casados para o mesmo Flávio do livro. =P Ao menos, eu fui devidamente recompensada!


- por a coruja para trabalhar, já que a chefe resolveu "se livrar" dos chocolates existentes na sua casa em forma de gordice para nós! me dei bem =)



Para acompanhar é só seguir no insta ou no twitter: @kmioliveira!!



Beijim, 

Kamila



Sereias na Rede: Bloglovin' - Twitter - Facebook - Instagram

terça-feira, 24 de junho de 2014

Exposição: Obsessão Infinita

No primeiro final de semana da exposição, estávamos lá. Mas, a preguiça me impediu de escrever antes. Sorry! Entretanto, andei levando um puxãozinho de orelha da mommy porque estava sem atualizar o blog… ¬¬ Pode, Arnaldo?

Antes da exposição, o que eu sabia sobre Yayoi Kusama:
Yayoi sofre de transtorno obsessivo compulsivo e tem alucinações desde a infância. Vive, por iniciativa própria, há mais de 30 anos numa instituição psiquiátrica em Tóquio. A Princesa das Bolinhas, como é chamada, usa a obsessão e a repetição em sua arte; e, formas e cores psicodélicas que enxerga em suas alucinações, principalmente, as bolinhas.

A exposição "Yayoi Kusama - Obsessão Infinita" apresenta cerca de 100 obras de 1949 a 2012, trazendo fotografias, cartas, pinturas, gravuras, vídeos, slides, esculturas, instalações e, claro, muitas bolas!
Está distribuída por 5 salas, começando com gravuras de beleza ímpar - trabalhos poéticos e semi-abstratos - realizados em papel nos anos 40.

Do final dos anos 50, temos "Infinity Net", pinturas originais formadas pela repetição de pequenos arcos obsessivamente.

Já em "Acumulation", objetos cotidianos tornam-se o palco das obsessões da artista, onde ela os sexualiza em esculturas delicadas e repletas de formas fálicas.

Entre "Infinity Net" e "Acumulation", Yayoi mudou-se para Nova York, o que lhe rendeu novos horizontes e maior expressividade.
Lá, ela circulava com Andy Warhol, Georgia O'Keeffe, Claes Oldenberg, Joseph Cornell, além de ter Donald Judd como um dos seus grandes incentivadores.
Também na cidade americana, Kusama começou a fazer performances.

Na segunda sala, nos deparamos com a primeira instalação interativa:

"Infinity Mirror Room"

Vinte segundos dentro de uma sala espelhada e com o chão coberto com objetos fálicos cobertos por bolinhas vermelhas. É fetichista, surreal, repetitivo, minimalista. É o infinito e, claro, as bolinhas.


Do final dos anos 60 até meados dos anos 90, Yayoi entrou em hiato.

Marcando a sua volta, a terceira sala e a segunda instalação interativa:

"I'm Here, But Nothing"

Nesta obra de 2002, caminhamos por uma sala-quarto normalmente mobiliada. A ~magia~ se dá pelas centenas de adesivos de bolinhas fluorescentes que estão por todas as partes: do teto ao chão, nas paredes, na mobília. A iluminação é feita apenas por lâmpadas de luz negra.
Deliciosamente perturbador!


As obras mais recentes em tela também aparecem na exposição. Cores vibrantes, contrastes, padrões. Algumas nunca tinham sido mostradas ao público.

Surge, então, a terceira obra interativa:

"Filled With The Brilliance Of Life"

De 2011, é composta por uma passarela margeada por espelhos d'água em uma sala espelhada onde as bolinhas, dessa vez, são retratadas através de pequenas lâmpadas penduradas que mudam de cor.
Uma experiência sensorial e tanto!


Já a "Obsessão Por Pontos - Amor transfigurado em bolas", na quarta sala, é formada por enormes bolas infláveis rosa com bolinhas pretas e um projetor que mostra Yayoi, refletida numa superfície de vidro, toda de rosa e cantando.

Finalmente, na última sala, somos convidados a participar da obsessão da artista: cada visitante recebe uma cartela de adesivos (bolinhas coloridas, sim ou com certeza?) para decorar a "Sala da Obliteração" (móveis, decoração, paredes, teto, chão), originalmente em branco.

A exposição é uma pequena amostra do mundo de Yayoi, uma das artistas mais conhecidas no mundo. Kusama nunca se limitou, sua produção criativa passa por telas, esculturas, performances, gravuras, instalações, desenhos, filmes, fotos e até mesmo com a moda, em uma parceria com a Louis Vuitton.

A mensagem de Yayoi Kusama é impactante, enérgica, forte, densa e leve, encantadora, bem humorada e, claro, colorida.

"Eu tomo remédios todos os dias, exceto quando estou pintando."
Yayoi Kusama

Beijim, 

Kamila



Sereias na Rede: Bloglovin' - Twitter - Facebook - Instagram

Obsessão Infinita, de Yayoi Kusama
Instituto Tomie Ohtake - Avenida Faria Lima, 201/Rua Coropés, 88 - Pinheiros, São Paulo/SP (11 2245–1900)
De 22/05 a 27/07/2014 (Terça a Domingo, das 11h às 20h - Entrada Franca)

domingo, 1 de junho de 2014

Resumão de Maio

Quanto tempo, hein? Estava com saudades! Porém, às vezes, por mais que se pense em escrever, no quê escrever ou na frente do computador… Simplesmente não rola!

Mas, vamos falar de coisa boa, vamos falar de Maio! Maio foi mês de:

- outra edição do Festival da Sidra ou #clubedasidra ou #clubedachampa! E de virar uma ~dyvah inspirada~! hehehehe


- estréia do documentário mixado no Estúdio Aurora! =)))


- Aniversário da Chefe! E de nos jogarmos nos doces sem dó! #vaigordinha Bicho de Pé, amor verdadeiro.


- querer "Ser um dos rapazes!", ~garrada~ no pessoal do 'Apenas um Show' e brincando na loja com o Pairulito! Manhêêê, eu quero!


- "Obsessão Infinita" de Yayoi Kusama:


- encontrar essa cena bizarra no meu quarto e ficar #xatis porque nenhuma das duas me explicou o que aconteceu.


- Happy! Porque alianças vêm e vão, agora os afters… Ah, esses são para sempre!



Para acompanhar é só seguir no insta ou no twitter: @kmioliveira!!



Beijim, 

Kamila



Sereias na Rede: Bloglovin' - Twitter - Facebook - Instagram