terça-feira, 30 de abril de 2013

Turistando: Campos do Jordão

Um domingo de clima ameno e ~sem nada para fazer~. A vontade de sempre de conhecer.
E por quê não um novo conhecimento além das fronteiras de São Paulo?
E por quê não um bate volta?
E por quê não Campos do Jordão?
Porque SIMMMM! \o/


Foi só chegar em Campos pro tempo ficar cinzento. Eita, deuses da metereologia, hein? Mas, como dizem que esta é uma cidade para se visitar o ano todo... Esperei que fosse para todos os climas também! =P
Começamos com uma voltinha na Vila Capivari, que é um centro turístico da cidade. Inúmeros restaurantes, cafés, barzinhos, lojas e até ~boutiques~ em meio a prédios de arquitetura européia. Achava que ia encontrar a cidade deserta por estarmos fora de temporada... enganei-me redondamente. A Vila estava lotada de turistas!
Demos uma volta breve e como já passava do meio-dia, fomos atrás de um local para almoçar. De tudo que vimos o lugar que mais nos chamou atenção foi o Baden Baden. 
Estava bem cheio, mas resolvemos encarar. A espera não demorou 2 minutos. Sorte de turista-principiante-na-cidade! Uhull!
Sentamos em uma mesa na calçada e demos a largada pedindo uma Baden Baden Cristal (pilsen), produto da cervejaria homônima instalada na cidade. No cardápio, cheio de especialidades alemãs, chamou atenção o fato dele ser harmonizado com as cervejas disponíveis na casa. Meus olhos de #vaigordinha-ogra-morta-de-fome não resistiu e, lembrando da experiência maravilhosa que foi meu primeiro restaurante alemão, acabamos com o "Chucrute à Garni" na nossa mesa:


"Chucrute à Garni" = Eisben + Kassler + Misto de Salsichas + Chucrute + Batatas Cozidas. Uma travessa transbordando! 
O prato era bem saboroso. Mas, assim... Não foi aquele amor verdadeiro, sabe? Não me emocionei como no Winduk
Penso em uma próxima, pedir um prato ~não alemão~ para ver como funciona.
Anyway, estava gostoso, a cerveja dispensa comentários, o ambiente é legal e descontraído e, considerando a quantidade de gente no local, o atendimento foi ok. Só tivemos um pouco de dificuldade com os garçons na hora de acertar a conta! Eles ~meio que~ sumiram na hora de trazer a máquina do cartão. Foi o único momento que demorou um pouquinho! =X
O preço é, mesmo para uma cidade turística, um pouquinho pesado. Ainda mais para "fora de temporada!". Coisa que turista de primeira viagem até paga de boa, mas, na segunda... sei não.

Depois do almoço, teleférico!
Uma volta pelo Parque da Estrada de Ferro, onde um lago enfeita a paisagem, além das lojinhas com produtos de Campos. A intenção, ao passarmos pelo Parque, era de completar o passeio de teleférico antes de começar a chover.


Tanto a subida, quanto a descida, foram muito engraçadas. Pessoas com receio de altura, não querendo olhar pros lados, os parentes zoando, aquela festa. E eu feliz da vida, com a sensação de liberdade, os pés batendo... Total criança feliz feelings. A foto abaixo, apesar de super desfocada, dá uma noção desse momento vergonha alheia protagonizada pela minha pessoa! Amo ser turista!


O teleférico liga a Vila Capivari ao Morro do Elefante, outro ponto turístico da cidade. O Morro alcança a altitude de 1.800 metros acima do nível do mar e nos proporciona uma visão panorâmica da cidade. (A primeira foto deste post foi tirada de lá). Lá também fica a Prefeitura de Campos do Jordão e o mirante. 


A cara de acabada e o momento casal ternurinha ilustram todo meu arrependimento de não ter tirado uma foto ~turistona~ com o cocar lá detrás. #mimimi

De volta à Vila Capivari, era hora da sobremesa/café da tarde. Escolhemos a loja de Chocolate Montanhês e acabamos fugindo do óbvio chocolate quente. Marcelo escolheu um café que veio com uma moedinha de chocolate e brownie com sorvete.


Eu pedi uma águinha básica e strudel com sorvete.


E com essas sim: Foi puro amor e emoção! Quero mais!

Aí começou uma chuva sem fim que acabou com outros planos de ~desbravamento~ da cidade... fuén, fuén, fuén! Voltamos para Sampa antes do previsto. =/

Veredicto: Campos é para ser visitada o ano todo sim! Várias opções de hospedagem, diversão, gastronomia e entretenimento. Sem falar da tranquilidade do lugar! Quero voltar para ficar uns dias e ver a cidade com calma. =)

Beijim,

kmi

Local da Gordice: Baden Baden - Rua Dr. Djalma Forjaz, 93 - Vila Capivari, Campos do Jordão/SP (12 3663-3610)
                         Chocolate Montanhês - Praça São Benedito, 45, Loja 06 - Vila Capivari, Campos do Jordão (12 3663-2631)

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Acho que eu vi um gatinho...

Olá, Sereianos! =P

Vamos tentar retomar o ritmo do blog pós mudança? weeeee
Aos poucos estou voltando, gente!

Então, hoje vamos falar de: Compras!
Compras pela internet! *.*

Tudo começou quando li este post no blog da Talitah, o Nuas & Cruas. Particularmente, e, cada um no seu estilo, ainda não cai de amores pela estampa de galáxia. Acho que não combina comigo. Diferentemente dos ensaios que tenho visto por aí com as meninas galácticas ~ahazani~. Porém... nunca diga nunca, vai que um dia BAM! Ela aparece toda lindona e eu decido que não posso viver mais um dia sem estar na Via Láctea? Nunca se sabe!

Mesmo não sendo fã da estampa, (Mais uma vez entendam que isso não é uma crítica a quem usa a estampa, pelo contrário, acho um barato. Só que, vocês já devem ter percebido, sou adepta do estilo mais básicão, e, até por isso, o ~Loka do Dia~ quase não aparece por aqui!!), lendo a Talitah falar tão bem da loja, fui dar um confere. 

A loja é a SheInside e é dedicada exclusivamente ao público feminino. Achei o site bem simples de navegar e vi muita coisa legal e em conta! *.*

Estipulei o limite máximo de 50 doletas e acabei comprando um sweater e uma saia. Os dois juntos somaram 48 doletas. Ou seja, 2 doletas de sobra, uhull!!

O pacote chegou em 28 dias! =)
A saia ainda não me conquistou... Achei meio ~tutu~ e estou torcendo para que a primeira lavagem a desarme, deixando-a como eu imaginava que seria! =P

Já o sweater... É uma fofura! Uma coisa meio gato, meio ícone do ~falecido Napster~, que me encantou:



Apenas que fui educada na Suíça e não aprendi a olhar para a câmera! (Um dia eu pego o jeito!)


Ah, se alguém já comprou nesse site, conte a sua experiência nos comentários, positiva ou não.
E, também, estou super aberta para indicações de outras lojas! ;)


Beijim,

kmi

domingo, 21 de abril de 2013

No Theatro, finalmente!

As minhas habilidades artísticas vão muito aquém do que eu desejaria... Com minha vinda para São Paulo, o meio em que vivo e os cursos que faço de vez em quando, vou descobrindo que, infelizmente, não sou historiadora, não sou curadora, não sou bailarina, não sou atriz, não sou musicista, e, muito menos, não sou cantora. Porém, sou, e com muito fervor, espectadora e, em muitas vezes, admiradora. 

Desde a primeira vez que pus os pés no Centro de Sampa, tive vontade de entrar no imponente Theatro Municipal. Da última vez que tentei e podia dispor de todo tempo do mundo (=férias), não tinha visita guiada no dia. =X 
Até que... indo de ~busão~ para o trabalho, (agora que trabalho na Luz, o Theatro virou parte obrigatória da rota), avistei uma faixa com a programação do mês de Abril! *.* 
E Abril é mês de... Balé! *.*
Duas vontades, uma cajadada: entrar no Theatro e assistir uma apresentação de balé ao vivo e sem ser pela TV! =D



Sou cafona e caipira e admito que achei o máximo receber o programa da apresentação!
O espetáculo era "Os Desbravadores", que abriu a temporada de 2013 do Balé da Cidade de São Paulo.
Fomos na sexta-feira e assistimos a reapresentação de "Paraíso Perdido" de 2011, além da participação da Cisne Negro Cia. de Dança, que a convite da anfitriã, apresentou seu próprio repertório, "Revoada". 
A noite começou com a Cisne Negro Cia. de Dança e sua "Revoada", do coreógrafo Gigi Caciuleanu. Uma homenagem aos 30 anos de existência da Companhia. A obra reúne duas peças musicais de Stravinsky, que em comum, têm o conceito do Fogo: Pássaro de Fogo (Firebird) e Fogos de Artifício (Fireworks).
A noite foi encerrada pela anfitriã, que comemora 45 anos de existência, com "Paraíso Perdido", criada por Adonis Foniadakis e que teve como referência as pinturas de Bosch, seu universo espetacular e peculiar, focando nos sentidos. 

Revoada (Imagem: Reprodução)

Paraíso Perdido (Imagem: Reprodução)

Estava ansiosa pelo ~Grande Dia~!
Apenas digo que fiquei emocionada e apaixonada por tudo que vi! Os bailarinos, os corpos, os passos, os figurinos, os movimentos, ... tudo, tudo, tudo, estava impecável. (Ao menos para mim, uma leiga!)
Gostei muito da representação de "Paraíso Perdido" com todos os seus simbolismos e suas fantasias, suas luzes e imagens, mas, "Revoada" ganhou meu coração. Uma apresentação mais simplória em que os tutus pretos e vermelhos, na transição do cisne negro para a ave de fogo fênix?, me encheram os olhos! =)

Ah, as fotos dos números foram retiradas da ~internê~, pois, pediram para não usar câmeras durante o espetáculo! =P

E, como se não bastasse toda a alegria de assistir as lindas apresentações, estar encantada por ter, finalmente, entrado no Municipal, olha quem encontramos na saideira:


Babei que Ana Botafogo, primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, estava lá! Elegantérrima e simpaticíssima com o pessoal que quis tirar foto com ela. Achei fofo que uma menininha (provavelmente já bailarina) ficou toda emocionada! Fiquei fã! Sim, me impressiono fácil! =P

Adorei a experiência e espero voltar mais vezes. Tanto ao Municipal, quanto aos espetáculos de dança!

Beijim,

terça-feira, 16 de abril de 2013

#vaigordinha cortesia!

Para começar, estive afastada (porém, dava sinais de vida na página do FB!) por motivos de mudança! Não sei o que é pior: encaixotar ou desencaixotar tudo. =X
E a vontade de escrever incubada por todos esses dias? E a consciência pesada de deixar os ~afazeres domésticos~ por fazer, para ficar no computador?
Tudo esclarecido?! Então, se joga no #vaigordinha!!

Esse #vaigordinha aconteceu na minha última semana de férias, e, devido ~aos motivos previamente expostos~, atrasei ~um pouquinho~ no post! hihi

Era domingo e depois de um #vaigordinha farto no Amsterdam, ...

Furtada do meu próprio insta!! @kmioliveira

... eu, Anderson e Carmen saímos para uma voltinha despretensiosa na Oscar Freire. Voltinha despretensiosa = corrida atrás de cupcakes!

Quando estávamos passando na frente da loja Citroën, fomos abordados e convidados para entrar. E... comer uma sobremesa via Paris 6 ~totalmente de grátis~! 
Admito que ficamos meio ressabiados, mas, sabe como é, né? Doce free... nos fez titubear. Entramos!
Lá dentro ficamos sabendo que o Paris 6 (Bistrô delicinha de Sampa) vai ser o responsável pelo café dentro da loja da Citroën e a cortesia, de ambas as marcas, foi a forma encontrada para contar aos clientes! Achei fofo e delicioso!

O atendimento foi bom, o lugar clean e o preço sen-sa-cio-nal! *.* (Gratuidade e qualidade ganha Selo Sereia de aprovação! mwahahaha)

Estavam sendo servidos refrigerantes, água e espumante. Além da coisa do outro mundo que é o tal do vol-au-vent de nutella com morango! Salivei só de lembrar!


Olha o capricho! 
Ai, tentação!
Licença, vou ali chorar no cantinho dos gordinhos...

Beijim,




*Este post não foi pago por nenhuma das empresas citadas. Apesar da refeição ter sido gratuita as empresas não detiveram conhecimento prévio da criação do texto, e este, por sua vez, expressa minha opinião.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

I'm a lonely boy*

É muito amor, é de encher os olhos poder ver Mike Patton + Queens + Black Keys, ao vivo, no Brasil, num mesmo dia, não é mesmo? *.*

The Black Keys, em seu último trabalho, me ganhou totalmente. Assim como Norah, a dupla têm me feito companhia constantemente, principalmente, na estrada!


Fonte: http://www.theblackkeys.com/

Eles vivam no mesmo bairro em Akron - Ohio e se conheceram por volta dos 8 anos. Frequentavam a mesma escola e tornaram-se amigos mesmo pertencendo a turmas diferentes.
Começaram a tocar juntos em 1996. Foram para universidade, mas, acabaram desistindo.
Dan começou a tocar em pequenos bares, mas, percebeu que, se não tivesse uma demo, não iria muito além disso. Pediu ajuda a Patrick, que ficou de arranjar os equipamentos necessários, enquanto, Dan recrutava outros músicos.
Porém, no dia da gravação, não apareceu ninguém, o que culminou com a formação da dupla de indie rock, em 2001, pelos músicos Dan Auerbach (vocalista/guitarrista) e Patrick Carney (baterista/produtor). 
O álbum de estréia, "The Big Come Up", foi lançado em 2002 e fez bastante sucesso para uma banda de rock independente. 
Em 2003, veio "Thickfreakness". Esse trabalho, assim como o anterior, foram gravados no porão da casa do Patrick! E, com, pasmem, um gravador de fita cassete dos anos 80!
"Rubber Factory" (2004), juntamente com o trabalho anterior alavancaram a carreira da banda, ganhando reconhecimento e popularidade. Foi quando começaram a abrir shows para bandas como Radiohead, Beck e Pearl Jam.
O quarto álbum foi "Magic Potion"(2006), seguido do aclamado "Attack & Release" (2008). 
O sexto álbum "Brothers" (2010) trouxe três indicações para o Billboard Music Awards: Melhor Artista Alternativo, Melhor Álbum de Rock e Melhor Álbum Alternativo. 
"El Camino" (2011) é o primeiro álbum que o Black Keys lançou mundialmente. E com ele vieram três Grammys: Melhor Álbum de Rock, Melhor Música Rock e Melhor Performance Rock, os dois últimos, claro, pela música xodó =) "Lonely Boy". 

Fonte: http://www.theblackkeys.com/
Projetos Paralelos:

- Em 2009, Dan Auerbach lançou seu primeiro álbum solo: "Keep It Hid".

- Já Patrick Carney, no mesmo 2009,  formou uma banda chamada "Drummer" e lançou o álbum de estréia "Feel Good Together". 







*O título do post veio da letra de "Lonely Boy". Divirtam-se!! =P


Beijim,

kmi

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Mini #vaigordinha: Café em Sampa!

"Desconfie de um advogado que não toma café." E de um bancário, principalmente. 
Como personifico as duas profissões... hehe 
Verdade que eu já era apaixonada por café muito tempo antes. A ~carreira profissional~ só intensificou esse sentimento. Tô piegas hoje! =P

Era um desses dias insuportavelmente quentes. O combinado era conhecer um pouco do centro de Sampa. Sim, ou com certeza, que quando nos aventurávamos, caiu uma chuva daquelas? A solução foi nos ~abrigarmos~ no Café Girondino. *.*

Charme e elegância no centro de São Paulo. Cafeteria tradicional da cidade, que tem como vista o Mosteiro São Bento. Fica na esquina da Rua Boa Vista com a Rua São Bento, ao lado da estação de metrô São Bento. Também, é um contraste com a 25 de Março e a Ladeira Porto Geral que ficam ali ao lado. (Revitalização do centro já!)
Um ambiente agradável e inspirador, que revive o antigo café que ficava na Praça da Sé, no século passado, época dos barões do café. A diferença é que, além de cafeteria, hoje, também é bar e restaurante.
Bom para tomar um café (dããã!), saborear um doce, almoçar, jantar, encontrar amigos, fazer negócios (sonho de consumo!!), happy hour...
No térreo, a cafeteria e a lanchonete, mais informais. No mezanino, o bar, mais intimista.

Furtada do insta do @abosche!

Ficamos no mezanino mesmo. =P Confesso que tomei um susto com os pezinhos! rs
Eu e o Anderson fomos super criativos e pedimos: café com chantilly e strudel de maçã. Já a Carmen não só não abdicou do seu expresso, como também, prestou uma homenagem à deusa Bracho com a torta Paola (pão-de-ló de chocolate + recheio de geléia de damasco e nozes + cobertura de chocolate). Café dos deuses!

Close na Paola, porque ninguém resiste, ~queridinhos~!

Precisamos repetir!!! *.*

O atendimento foi super tranquilo. O bolso chora um pouquinho sim, mas, vale cada centavo. Ao menos, do meu pedido, só tenho elogios.
Um lugar romântico e clássico. Uma ótima forma de esperar a chuva passar!
Ah! E todo dia 29 rola o "nhoque da sorte". Bora marcar?

Beijim,

kmi

Local da Gordice: Café Girondino - Rua Boa Vista, 365 - Sé - São Paulo/SP (3229-4574/3229-1287)

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Blue Cherry!

Continuando minha febre consumista centavista no Ebay, deixem eu me exibir com as gracinhas que os Correios trouxeram para mim esta semana: *.*


O case azul custou, pasmem, um centavo de dólar SEM frete! =0
E as cerejinhas viraram minhas por 1,48 doletinhas! (Sem frete também).

Ebay é muito amor! Estamos em total lua-de-mel!

PS: Sorry pela falta de regularidade e ausências, mas, feriadão + mudança... OMG!
Yep, meu gene nômade-cigano atacou de novo e me mudei... Dessa vez, foi só de apê! A cidade continua a igual. Mesmo assim dá um trabalhão... Pior que arrumar/desarrumar malas, só fazer mudança! #chorume 

Beijim,