domingo, 26 de fevereiro de 2012

Diário de Sobrancelhas...

Tá aí uma coisa difícil de se fazer direito. E, são justamente elas que fazem toda a diferença no visual. É inegável que, quando harmônicas com o rosto e bem desenhadas, roubam a cena! Podem dar leveza à expressão, suavizando um olhar pesado, e até mesmo disfarçar algumas imperfeições do rosto.
Enquanto morei no Sul, nunca tive do que reclamar. Apenas uma pessoa fazia o serviço e elas eram assim:

Oin... bateu saudade!
Como nunca fui muito bem sucedida nessa tarefa, logo que mudei para Sampa, fui atrás de uma nova designer. A primeira não me empolgou muito. Foi pior que eu mesma dando uma tapeadinha! Quando cheguei em casa, tive dúvidas se ela realmente tinha feito algo.
O segundo também foi meia-boca. E o estresse para conseguir um novo horário, fez-me desistir.
O terceiro me encantou à primeira vista. Mas, depois... Ah! Se eu imaginasse... Sobrancelha tirada de forma inadequada pode sofrer danos irrecuperáveis!! E eu luto até hoje! Sente o estrago:

Oi? Ainda existem vocês? Vocês voltam?
Aí, parei de tirar a sobrancelha com profissionais. Deixei crescer por meses. Somente tirando um pelo aqui, outro acolá. E as falhas que ficaram? E o jeito como ficaram curtas? Que desespero!
Nesse tempo, minha depiladora foi temporariamente substituída e a substituta fazia a sobrancelha como ninguém, mas, assim que a titular voltou, a outra saiu e nunca mais a vi.
Até que... fomos para o quinto designer. Que nas primeiras vezes foi ótimo. Porém, um belo dia resolveu acabar com todo trabalho conseguido até ali. Ódio define.
Mais alguns meses de reclusão.
Então, minha depiladora mudou de salão e me levou junto. (Porque depiladora boa não dá para largar assim). E, nesse novo lugar, encontrei minha sexta designer. Até agora sem problemas. Na verdade, estou gostando bastante. E, como nos lugares que ficaram falhados, os pelos demoram a crescer, acredito que em alguns meses recuperamos o estrago.
A minha ~esperança~ é que o desenho da sobrancelha dela é muito parecido com o meu e ela já comentou que "a minha é difícil como a sua, mas, essas são as mais legais de ver os resultados".
Espero que essa seja a última e que logo possa postar uma foto igual ou melhor que a primeira. Seis está bom demais, não é não?

E vocês? Conseguem domar suas sobrancelhas em casa, sozinhas, ou também precisam de ajuda de profissionais?


Beijim,

@kmioliveira

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Amor Eterno: Manteiga de Garrafa


Aconteceu de novo. Quilão fechado. Lá vou eu em busca de um restaurante com um almoço honesto e valor razoável.
E, que tal aquele barzinho que tá sempre lotado, lá na rua detrás?
Lá fomos nós...
E... tcharã! Milagre de Carnaval: o boteco que sempre tem fila de espera, nos concedeu uma mesa de prima! (Mas, quando saímos ela já estava lá: a boa e velha fila de espera).
Como descrever o local? Um botecão. Um ambiente bem simples, bar na frente e restaurante atrás, de paredes azuis geladeira cheio de pôsteres, e, que, por algum motivo ainda desconhecido, assim que, entrei, lembrei-me do Restaurante da Dona Florinda.
O primeiro pedido, obviamente, uma cerveja de garrafa. Perfeitamente gelada. 
Um cardápio sem frescuras. Comida caseira. Fui com a intenção de pedir uma bela feijoada. Mas, quando vi o Baião de Dois escrito em letras garrafais... #vaigordinha mode on. 
Então, ok, um Baião de Dois a Moda. Por que se é para fazer um revival nordestino, vamos fazer direito e com carne seca, neam? Na real, depois que li 'baião de dois" nem dei mais muita bola para o que estava escrito. O pedido foi feito e beleza.
Logo, chegou a primeira parte do prato: a salada. Uma travessa de salada. E a felicidade de pensar que eu poderia ter uma refeição decente e balanceada? Ok, a pessoa pede baião e quer uma alimentação balanceada. Bom, não custa sonhar... hehehehe
Até que chega atração principal. Muita emoção quando eu vi que tinha um potinho lotado de manteiga de garrafa! Gente, foi um escândalo! Só não coloquei manteiga na sobremesa porque não consegui chegar lá. Frase do namorado: "Nossa! Boa mesmo essa manteiga de garrafa." Como assim boa?- eu rebati- Você não comeu em Recife? "Não experimentei não." AHHHHHHHHHHHHHH! 
Confesso que de todas as comilanças do Recife, e quem me conhece sabe que não foram poucas, meus amores eleitos foram: cartola e MANTEIGA DE GARRAFA! 
Manteiga de garrafa combina com tudo: pipoca, salada, arroz, aipim, ... e vale até tentar com doces! mwahahaha



Beijim,

@kmioliveira


Local da gordice: Bar do Biu (Rua Cardeal Arcoverde, 772/776 - Pinheiros - São Paulo) Vale a pena conhecer! (Dica: chegue cedo ou vá com paciência!)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Vai uma Água com Açúcar aí?

Adoro cinema! Passar horas com alguém contando a sua história, dando uma nova perspectiva de algo, relatando fatos que eu não conhecia...
Enfim, amo filmes! Cinefilia 4ever!
Claro, tem dias que tudo o que eu quero é chegar em casa ou correr para o cinema e assistir um filminho para relaxar. E aí, nada melhor que uma boa comédia romântica, daquelas que fazem a gente sair suspirando do cinema... Não é mesmo?
Nesses dias, descubro que sou uma romântica convicta, embora guarde isso para mim e para a pessoa certa que eu já encontrei! \o/
As comédias românticas me fazem companhia, rir, chorar, me apaixonar cada vez mais, ficar com saudades a cada cena... Sei que os enredos são previsíveis, mas, são clichês agradavelmente toleráveis.

Aqui vai uma aguinha saudades do trema com açúcar que revejo sempre que possível:

 
Trailer Aqui!
Muito Bem Acompanhada (The Wedding Date - 2005)
Diretora: Clare Kilner
Com: Debra Messing, Dermot Mulroney, Amy Adams.

Meu primeiro encontro com este longa, foi numa tarde preguiçosa de  sábado, na casa de meus pais... =) Claro que eu tinha que fazer monografia, mas, quem liga? hehehe

Kat Ellis (Debra Messing) viaja para o casamento da irmã mais nova, Amy Ellis (Amy Adams) em Londres. O padrinho da cerimônia é ninguém menos que o ex-noivo de Kat, que a abandonou dois anos antes sem maiores explicações. Numa tentativa de mostrar ter superado o passado e fazer ciúmes no ex-, além de não ter que aguentar aquele inconveniente interrogatório que alguns familiares adoram despejar em cima das solteiras, principalmente, se, estas forem irmãs mais velhas da noiva, ela contrata um acompanhante sofisticado e requintado, Nick Mercer (Dermot Mulroney), para se passar por seu noivo durante o final de semana festivo.
Entretanto, o que Kat não esperava era que Nick, causasse boa impressão para os seus pais e conquistasse a simpatia de sua família, demonstrando ser um genro perfeito, ao mesmo tempo que é um sexy acompanhante e objeto de desejo de qualquer mulher.
Acho "Muito Bem Acompanhada" um filme adoravelmente charmoso. Que prende o telespectador, talvez,  por ser rápido e sem muitas enrolações. Além disso, há a química deliciosa dos protagonistas, que, à medida que se conhecem, fica mais fascinante.
Um filme simplesmente encantador!

Kat Ellis: You know what pisses me off? I've been spilling my guts all weekend and I don't know a thing about you. 

Nick Mercer: [pause] I'm allergic to fabric softener. I majored in comparative literature at Brown. I hate anchovies. And I think I'd miss you even if we never met. 





*** Link do filme no youtube: http://www.youtube.com/watch?v=2GTftbWCiUg


Já assistiram esse "feel-good movie"? O que acharam?
Beijim,


@kmioliveira

PS: Aceito sugestões de filmes!! ;)

*Imagem : Reprodução

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Made in India...

O clima de Sampa não andava nada fácil, indefinido, temperatura variando ao longo do dia... Uma carinha de outono que dava impressão que ia pular direto para o inverno. Até que o sol, resolveu lançar uns raiozinhos marotos e, parece que, finalmente o Sr. Verão está chegando...
Entretanto, esta manhã ainda estava indefinida. Apostei na chance do sol querer se mostrar, arrisquei de leve e aproveitei para levar minha saia longa para conhecer as ruas do bairro. Sai assim: (mas, com um cardigãzinho básico dentro da bolsa hehehe)

Básica - Hering
Saia - It's cos! (É a loja! Cortei a etiqueta =X)
Rasteirinha - Arezzo
Bolsa - Forum
Piranha roubando a cena!
Veredicto: Achei que ia me estressar com o fato de estar de saia, principalmente porque esta é transpassada e fecha com a amarração na cintura, mas, tirando um ou outro ventinho oportunista, que tentou me pegar desprevenida, foi sussa! Super recomendo! (Ainda estou na fase de lua de mel hehehe)
E, como, segundo os fashionistas, esta parece ser uma tendência que não tem hora para ir embora, ela está pronta para passear em todas as ocasiões, claro que de acordo com o tecido de que for feita ou o calçado/acessórios que a acompanharem...


Beijim, 


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Feliz Desaniversário*!

Quando eu fui morar sozinha, há sete anos, sempre procurava, nas prateleiras do supermercado, porções individuais ou reduzidas. Quando chegava na padaria, não resistia e levava para casa uma bandejinha com 4 bolos bebê. Achava um mimo o nome: Bolinho bebê *.*! 
Aí, os bolinhos ficaram mais importantes e adotaram um nome artístico e viraram os Muffins! 
Nos últimos tempos, ficaram fashionistas, ganharam adereços e recheios, cada qual com seu estilo! E agora são os Cupcakes! 
Ok, admito que essa não é uma história verídica. Foi apenas o caminho da evolução que eu criei para o cupcake. =P 
Porém, em qualquer forma, eles continuam sendo uma boa pedida para descarregar as tensões pós trabalho!! #vaigordinha ativado! nham, nham! 


The Original Cupcake

Caixinhas fuefa!
A prova de balançadores de caixinhas!











*Lembram dos Chás para o Desaniversário em Alice no País das Maravilhas? Pois é, sempre lembro deles quando vejo um cupcake!

Se joguem meninas!
Beijim,

@kmioliveira

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Pinceis, Pinceis...

Já encomendei meu(s) novo(s) blush(es)! Quantos serão? hehehe Daqui um bilhão de anos, quando minha encomenda chegar, posto aqui para vocês. =)
Posso adiantar que foi uma escolha clássica e super pesquisada. E que também levei em consideração o que vocês me disseram (foi pouquinho, mas já ajudou, tks!)

Aí, lembrei que, com um modelo blush-para-adultos, precisaria de: *.* ~Pinceis~!
E lá fui eu para uma nova pesquisa.
E, essa sim, doeu nos bolsos (a pesquisa, gentem!).
Claro, que eu queria um pincel de 170 reais, que, por esse preço, deve me maquiar enquanto coloco o celular no modo soneca mais uma vez rsrsrs, mãs... as cores da minha conta e o bom senso me trazem de volta! =P

Então, acabei optando por comprar um kit básico do Boticário e... acabei adotando um dessa nova coleção, que, segundo a atendente tem o tal do duo fiber.

Volto para casa super feliz com as comprinhas quando leio, no twitter, minha amiga Mari ops! ela tem cadeadinho, malzaê dizendo que ganhou um lindo conjunto de pinceis da Kirkland. Minha sacolinha envergonhada grita: fuén fuén fuéééén!

Em relação ao blush, optei por algo com hum, pedigre? unanimidade entre as blogueiras. Já para os pinceis, escolhi algo mais em conta, pois, com minha falta de experiência é provável que os primeiros sejam "meio" descartáveis, então...

Acho também que, a princípio, minha opinião sobre eles não é nada válida, porque, até dois dias atrás meu blush era de esponja! 

Agora... como consumidora d´O Boticário tenho a reclamar:

Sempre fui muito bem atendida nas lojas que frequentei no Sul, e, aqui em São Paulo costumo ir na Augusta-Oscar Freire ou na Teodoro Sampaio. As meninas dessas unidades, também, sempre me atenderam muito bem!
Mas, como eu já tinha decidido pelos pinceis e sobrou uns minutinhos do meu almoço, ansiosa pela compra, corri na loja do Center 3 que fica do ladinho do trabalho. E... que decepção de atendimento, hein, Boticário?
Tinham 4 atendentes na loja, olhando para o teto. Nem um simples "Boa tarde" eu recebi. Acabei comprando os pinceis e só (a ansiedade era maior, ódio!). 
Queria ver o blush de bolinhas, que vocês me indicaram e que só achei no catálogo do Boticário, estava realmente inclinada a comprar, além do kaleidoscope, que mesmo saindo de linha, dizem que é lindo e vale a pena, e, alguma outra coisinha, mas... e coragem com um atendimento daqueles? E confiança para aceitar  os conselhos?
Quando achei que estava próximo do fim, descobri que a moça que estava no caixa era a pior, a cara tão amarrada que dava medo. 
E, tenho o cartão fidelidade, sabe? Uma besteirinha, mas, ela já foi dizendo: "Vai acumular, né?" Só de pirraça disse que: "NÃO! Quero descontar, pagar no crédito e parcelado!" 
Mais tarde, quando comentei com uma colega de trabalho sobre o episodio, ela concordou: "Também tive essas impressões quando fui lá, não volto mais." E outra: "Sabe que você não é a primeira pessoa a fazer esse comentário sobre essa loja? Já ouvi mais umas três ou quatro meninas." Achei muito triste, porém:
Considerando que não foi nenhuma neura minha, e, que somos consumidoras-não-obrigadas-a-aturar-mau-atendimento, vou preferir ficar com as meninas da Teodoro e Jardins mesmo! ;)


Beijim,