quinta-feira, 18 de maio de 2017

À La Seconde: Mais Desligada… Impossível!

Esse sábado fui atrasilda! Não tanto, pois cheguei em cima da hora... Mas, o suficiente para notar que esse clima friozinho vai se tornar um problema futuro ainda mais aliado ao despertador matutino-madrugador

Cheguei no estúdio toda afobada, correndo pra me trocar. Queria estrear minha nova saia rosa! Siiiimm! Fui as comprinhas semana passada! =D

Passei por uma menina nova, até percebi que ela ficou me olhando, mas desligada como de costume, fui pro vestiário Quando voltei, semi recomposta e ainda antes da aula iniciar (ufa!), parei do lado da mesma menina, cumprimentei a todos, porém ela me cumprimentou pelo nome. Só aí percebi que era uma conhecida do trabalho! A vontade de abrir um buraco e me jogar não foi pouca!! #shameonme #lesada 
Mais: é amiga de um dos meninos que mora comigo e, quem a incitou a trocar academia por balé, fui eu!!! =X #guilty

Aí, lascou! Tendo uma ~conhecida~ na aula, a vergonha de fazer as coisas erradas meio que multiplicou... mas, como diz minha mãe "bora, colocar a vergonha na gaveta e bola pra frente!"

No fim, segui rotina de sempre: comecei bem e fui me embasbacando no decorrer da aula…
A novidade da semana ficou por conta da lotação da aula. Como estávamos em 8, entre uma e outra sequência nos dividimos em dois grupos e as executamos, um grupo por vez. Nessa hora, enquanto observava meus colegas, pude, finalmente, constatar que: sim, sou a mais perdida ever mas, mesmo os mais experientes erram, e não tão pouco como eu pensava.
É um pensamento super egoísta da minha parte porém não posso negar uma pontinha de alívio e felicidade em saber que, às vezes, não erro tanto assim. Embora a coordenação… próximo assunto!!

Novamente, fiz a aula de PBT e o veredicto: gostei muito dessa técnica! Minha bola não tinha chegado ainda mas a professora tinha uma extra! Lucky me!
Uma das coisas que mais me animam é que, pelo fato de ser novata, os resultados se mostram mais aparentes e fico com menos chances de pegar os vícios que fazem o corpo ~roubar~ quando estamos na aula de clássico… ;P

Bom, dessa vez, não houve tombo, mas um pouco de cãibra e, pior: justamente na perna que estava parada, esticada no chão! Vai entender… heheheh

Quanto as dores, quase não a tivemos… Leves mesmo. Finalmente! E até começo a sentir minha perna mais durinha… Hmmm… Será real, pois falto bastante às aulas, ou psicológico?!?

Falando em faltas, acontecerá novamente neste sábado: fui aprovada para ir a banca! Dessa forma, resolvi me dar um final de semana de folga/comemoração/mini-viagem com amigos! ;)

quarta-feira, 10 de maio de 2017

À La Seconde: Entre Indas e Vindas no Balé...

Então sábado foi dia de voltar… =)
Depois de três finais de semana, lá fomos nós!

Como de costume, iniciei bem e lá pelo meio da aula, o tico e o teco começam a se estranhar e eu fico sem saber o que estou fazendo, mas… continuamos tentando! Essa dificuldade de coordenação é bem broxante, viu?

Ao menos, ~descobri~ que, além de eu ser a única iniciante de verdade das aulas de sábado, o restante dos coleguinhas faz 34496976 mil aulas ao longo da semana. Ou seja, são avançados querendo melhorar a técnica na aula de iniciante. Logo, não tem mesmo como eu acompanhar essa turma… Bom… serviu de consolo, vai…

Aí… Não bastando a tortura matinal de uma hora e meia, a gordinha aqui resolveu aceitar o convite da professora e emendar com uma aula de PBT (Progressing Ballet Technique). 

WHAAAAT??

Pelo que eu entendi é uma aula que melhora a estabilidade do corpo e do alinhamento. Algo como usar a memória muscular para melhorar o desempenho no balé. Treinar o cérebro para fazer tudo certinho e não tentar ~roubar~ e fazer os passos de forma mais fácil e errada! =X

Para uma total leiga, eu diria que seria uma mistura de balé com pilates, mas só porque usamos aquelas bolas! hehehe

Resultado: Adorei a técnica e me vi fazendo malabarismos impossíveis! Com direito a me estabacar sem dó e ficar com os joelhos roxos! =P

Ah… As dores… Tivemos? Temos! Porém, dessa vez, acredito que foram reflexo da aula de PBT, o que quer dizer que estão com mais cara das de academia: regiões grandes, dores uniformes e não localizadas em lugares pontuais e que até doerem eu não tinha ideia da existência. =S

Agora… Adivinha quem mal posso esperar pelos correios entregando minha bola quadrada de pilates e pelo próximo sábado???

terça-feira, 2 de maio de 2017

À La Seconde: Com quantos mojitos se faz uma aula?

Sim! Voltei de férias! Tudo que é bom acaba, não é mesmo? 

Meta de férias: exercícios de alongamento.
Realidade: #fail =(
Em compensação… Tivemos tentativas frustadas de aula de pole dance (What a night, what amazing night! Obrigada a todos os envolvidos! Coordenação e força deram adeusinho da esquina mas a zoeira, aquela que não tem limites, e a diversão amiga estavam lá, firmes e fortes! S2) AND baixei um app de ioga (que errrr, ok, não abri ainda… =X)

Voltei para a terra da garoa, cheguei na sexta a noite, a tempo de pegar aquele trânsito maravilhoso de quem saiu do trabalho e está louco para chegar em casa combinado com a manifestação marota-fecha-paulista, já me jogando uma saudade que eu não tinha de SP. :P

Ao menos, já tinha um happy ~pré-marcado~ num restaurante mexicano me esperando. Aí foi o dia de saber com quantos mojitos se faz uma aula de balé. (Aparentemente até três é bem ok! =D)

Mesmo com a aula indo bem e o pessoal sendo receptivo e tals, eu comecei a desanimar, sabe? Ali mesmo, durante a parte final da aula, questionava se aquilo estava me fazendo bem. O baixo astral bateu forte, porque, sim, eu já tenho uma certa idade para estar começando esse tipo de atividade sendo tão sedentária, e você vê/sente bem de perto suas limitações toda-santa-aula, limitações físicas, mentais, de coordenação, enfim, terminei a aula bem desanimada mesmo. Ainda mais que eu perderia as três próximas aulas: duas em função dos feriados e uma por ter prova presencial na pós. 

A graça da aula foi eu estar morrendo, como de costume, para conseguir acompanhar o pessoal, olho pela janela e vejo o Rafael, meu colega de trabalho - que disse no happy que eu não conseguiria chegar na aula dessa manhã em função dos mojitos , passeando com o Zeca. Yeeeey! Parece que eu consegui! =P rs

Ao fim da aula, embora toda a dificuldade que eu sinta, (não, gente, eu não espero sair dançando corretamente em duas aulas, eu sei que é difícil, eu sei das minhas limitações, mas… espero que entendam… tem dias que é mais fácil aceitar isso, e dias, como o de hoje, que você se questiona da necessidade de se submeter a isso) achei que me sai até ok. 

Mesmo assim, fiquei pensando seriamente se eu deveria ou não continuar as aulas… Quando, para minha surpresa, abro o insta e:


E agora? Até sábado que vem?

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Ranking de Séries: Abril

Diferentemente do mês passado, trabalho e pós quase não me deram folga, então a lista andou devagar por aqui… =(

Segue a configuração do final do mês:

Finalizadas: Bones :(, Legion, New Girl, Santa Clarita Diet, 2 Broke Girls;
No Fluxo: Once Upon A Time, Better Call Saul, Making History;
Ainda: The Fresh Prince of Bel-Air, She-Ra;
Inclusão: Divorce, Big Little Lies, Sherlock, 13 Reasons Why, Mad Men, Outlander, Mozart in the Jungle.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Balé: A ~Insurreição~ dos Espaguetes


(Atrasei! Atrasei! Final de semana mega puxado, tumultuado e cheio de visitinhas mara!)

Essa semana tivemos novidades na aula: duas novas meninas!! weeeee Uma que já fez aula e outra que, assim como eu, é iniciante de tudo! Ou SEJE, o bastão de café-com-leite-mor foi repassado. Embora, desconfio que o de princess descoordenada continue comigo =X

A coordenação ainda é, e acredito que será por muito tempo, o desfio da vida. Mas, vamos acompanhando as tentativas de evolução…

Bom, os exercícios, dessa vez, não foram tão pesados quanto os da aula anterior, (pesados = não morri de dores já na metade da aula), porém, rolou uma tentativa de sabotagem por parte dos meus músculos. 

Se não foram tão pesados, aparentemente, foram bem mais difíceis: usamos espaguete (sabe aqueles de piscina?) para os exercícios no solo. E, gente, nunca pensei que teria algum sentimento por esse objeto inanimado, mas brotou um comecinho de ressentimento de minha parte e desprezo por parte dele entre nós. O ponto positivo foi que, nessa rodada, não precisei recorrer aos parças relaxantes muscular.

Ah! Um inocente adendo...
Uma perguntinha básica: por qual motivo, razão ou circunstância (Professor Girafales mode on) quando as pessoas indagam se eu ainda sinto dor e a resposta é positiva, a tréplica é algo como "mas, é uma dor boa!". Aí, apenas sorrio e mudo de assunto, porém a vontade é de falar: "Nããããão, cara! Não é uma dor boa! Pare com isso!! Não é legal ficar dolorida, não! Ou você curte esse negócio de autopunição, sado e etc?" (evil face) #sóquisdizer

Quanto ao pessoal, cada dia nos enturmamos mais e conhecemos um pouquinho melhor os coleguinhas. =)

PS: Por motivos de período fatal de férias e visitinha aos papais e amiguinhos do Sul, darei o golpe por duas semanas nas aulas (e, consequentemente no diário), entretanto, tentarei fazer alguns exercícios de alongamento e tals para ver se volto um pouquinho menos pior... Então, se alguém tiver dicas... Estamos aí! ;)

Texto originalmente postado em Brócolis! em 13/03/2017.

sábado, 15 de abril de 2017

Balé: A Volta

Passeava eu, toda pimpona, por São Luís (MA), no sábado de carnaval, horário da aula, (que sim, estava acontecendo! Eita povo dedicado! Depois eu reclamo da minha falta de coordenação), quando, olha só o que aparece no meu caminho:


Qual a necessidade de ser trollada assim, São Luís com chuva?!? ¬¬

Mas, essa semana, voltamos a programação normal e, estava eu lá, fardada, participando da aula. (Ah! Achei minha saia! Estava em casa mesmo! Num lado obscuro do guarda-roupa… =X Mesmo assim, ainda preciso de ~mais peças~!)

Quanto a aula… Aparentemente, essa foi minha última semana como café-com-leite… =~~ Obviamente, ainda continuo muito descoordenada, porém, menos perdida! weeee

Os exercícios desse sábado foram bem pesados. Tanto que fiquei com medo de ter cãibras (está certa essa grafia? Professor Pasquale, socorro!!) no meio dos exercícios, e me xingando mentalmente pela pobreza de bananas nas minhas refeições, o que felizmente não aconteceu, mas, em compensação, pela primeira vez, eu já sentia com dores NO MEIO da aula (ao menos, não fui a única! As meninas super me consolaram no intervalo… 0=D). Dá para acreditar?!? E elas ainda estão evoluindo… Quem mandou comemorar no último post? Voltei a parceria com o relaxante muscular, estou relembrando uns músculos semi-conhecidos e tentando ser o mais amistosa possível com os recém-descobertos! =P

O pessoal, cada dia, é mais fofo comigo… S2

E, continuo achando muito difícil sincronizar, pernas, braços, cabeça, postura… entretanto, desistir não é uma opção! Não é! ;)

Texto originalmente postado em Brócolis! em 05/03/2017.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Balé: A Primeira Semana

Voltando a temática dor, ainda fiquei uns três dias sendo parça de relaxantes muscular e descobrindo novos músculos despercebidos até então. Não que eu achasse necessário ser apresentada a eles, porém… Quem mandou ser uma sedentária crônica?

Durante a semana, tomei coragem, voltei ao estúdio de dança e fiz minha ~matrícula~!! *.* Não fui tão medrosa a ponto de contratar aulas somente por um trimestre, mas também não fui pica das galáxias de fechar o pacote anual. O que quer dizer que, se tudo ocorrer bem (ajudem-me a não desistir!), teremos esse pequeno diário por, pelo menos, mais seis meses! o/

E lá voltamos nós ao sábado de manhã!

Para começar: perdi minha saia. Juro! Evaporou! Não achei em lugar algum! (Finalmente, uma boa desculpa para comprinhas!! yey!)

Quanto a aula em si, tivemos uma triste reprise da semana passada, com a diferença que, agora eu não sou mais uma novata novata. Sou só uma novata desastrada e descoordenada mesmo! A elasticidade continua zero (uma aula… o que esperar?!), entretanto já consigo reconhecer alguns nomes (tipo bebê aprendendo as cores), e até algumas sequências consegui memorizar até o fim (~tadáááá!~).

Por outro lado, enquanto todo mundo é mega ~classudo e phyno~ fazendo os movimentos, eu pareço um elefante numa loja de porcelanas… Verdade seja dita. Ah, sim! Os ataques de riso, continuaram presentes. Gente, é muito difícil coordenar braço e perna fazendo movimentos distintos ao mesmo tempo. 

Todos os guris continuam sendo uns fofos comigo mas, é puxado ser a única novata ~de verdade~ numa aula adulto iniciante… =X

Ainda recebi esse vídeo pós aula (Thanks, ~brimo~! ;D) e, sim, todos, sem exceção, são muito melhores que eu no momento. =P


E, por incrível que pareça, novamente, no fim do dia, senti dores… Bem mais leves, weeee, e quase não as sinto mais hoje, um dia depois. Em contrapartida, fui apresentada a outra gama de músculos desconhecidos! =X

PS: Por motivos de ~feriadão~, abrirei mão de participar da aula da próxima semana… 
E… quanto a este diário? Retornamos pós Carnaval?

Texto originalmente postado em Brócolis! em 19/02/2017.